LARANJEIRAS um "Muséu a Céu Aberto"

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012



“2013” - UMA NOVA “ERA POLITICA” PARA LARANJEIRAS ?

Recorrendo ao ditado popular, muito conhecido por todos, que diz: “A esperança é a última morre.” Assim bem, 2013 vem chegando com uma “luzinha” lá no final do túnel. Sim, o ano começará com um novo governo, e melhor, pela primeira vez desde que se constituíram as prefeituras, teremos um prefeito que a pesar de ter sido apoiado pela Palha da Cana do Pinheiro, e ter crescido dentro do esquema, não leva sangue canavieiro, além do mais, a cidade está “se livrando”, se Deus e o povo quiserem, que não voltem jamais, da Boa Sorte e da Varzinhas que só de sangraram Laranjeiras nos últimos anos.
Fazendo uma retrospectiva histórica, podemos afirmar que os melhores momentos de grandiosidade econômica, sociocultural e de participação política aconteceram antes do “Domínio Político da Palha da Cana” assumir o controle administrativo de Laranjeiras. A partir de então a “Atenas Sergipana” entrou em declínio, posto que, as decisões políticas passaram a ser tomadas sem pensar no seu povo, que é quem faz a cidade, senão para facilitar o enriquecimento e a manutenção dos privilégios de um pequeno grupo denominado “elite canavieira”.
Há décadas a Palha da Cana vem se reversando no controle político e administrativo da nossa cidade e nada fez para desenvolvê-la e, consequentemente, melhorar a vida do seu povo, ou seja, nossas vidas; ao contrário, não podemos deixar de ver como essa pequena elite canavieira aumenta seus bens, enquanto o povo se empobrece cada vez mais numa cidade sucateada e abandonada. Tais palavras se concretizam pelo mau funcionamento dos serviços públicos.
Não estamos aqui dizendo que o futuro prefeito Juca de Bala, como é conhecido por todos, será o salvador da pátria, haja vista, sabemos das dificuldades de conciliar um bom trabalho com os conchavos políticos acordados em campanha. Contudo, politicamente, nosso município deu um pequeno passo adiante, se distanciou alguns centímetros da Palha da Cana, e como diz a sabedoria de LAO-TSE[1]: “Uma viagem de mil milhas começa com um único passo”, todavia teria sido o cúmulo do absurdo reeleger um grupo que foi deposto do poder por corrupção, se bem, o grupo do novo prefeito traz muitos componentes, os quais formaram parte e se beneficiaram, direta e indiretamente, da gestão da Varzinhas, inclusive o próprio Juca.
Assim, portanto, parabenizamos a Juca de Bala pela sua capacidade estratégica de conseguir um feito muito difícil e ser o primeiro prefeito que “veio do povo” apoiado por essa elite canavieira, ainda que, sabe-se amarrado e, por conseguinte, ter de submete-se as muitas regras desse sistema. Porém, esperamos que toda sua inteligência e astúcia, que o levaram a chegar ao pódio da nossa Laranjeiras, sejam utilizadas, também, da mesma forma a realizar um bom governo na nossa cidade, que há décadas vem suplicando socorro. Temos absoluta certeza de que se ele quiser, conseguirá, pois como disse o grande filósofo educador Huberto Rohden: “Quem pode deve, quem pode deve e não faz, cria débito, e todo débito gera sofrimento.” E o povo que o elegeu já anseia a mudança.
Esperançamos-nos, também, das suas promessas de campanha, onde ele sempre afirmara que seu governo seria para o povo, e que não haveria pessoas de fora assumindo cargos em sua administração, não obstante, deve-se fazer um retrocesso e averiguar que o rodízio das mesmas pessoas se reversando nos variados cargos não foi produtivo nas passadas gestões.
Além do mais, fizera jura de que não deixaria de olhar pelos que o apoiaram e confiaram na sua capacidade. Assim como, o artifício de utilizar a imagem do seu vice, pela sua “POPULARIDADE”, Zé Bodega, garantindo que este teria espaço para governar junto a ele, e que não seria um cargo, como sempre fora, figurativo, até porque não se pode esconder o quão importante e forte foi seu vice para sua vitoria e, claro, como todo político deve ter seus compromissos por cumprir.
Aqui confiamos que o senhor prefeito Juca de Bala cumpra tais promessas, e que não esqueça que a partir do momento que seja empossado e diplomado será prefeito de todos e não somente do grupo que o apoiou politicamente e que não atue como a elite canavieira, fingindo esquecer suas próprias juras, para ver as pessoas se submeterem, humilhando-se a ter que cobrar o prometido.
Somos do pensamento que no momento em que a cidade se desenvolva todos os que aqui vivem crescerão junto a ela, assim sendo, lembramos a população que é nossa obrigação exercer nossa cidadania e, por isso, convocamos todos a governar juntos, fiscalizando e denunciado o que prejudique nossa Laranjeiras, saibamos utilizar com sabedoria essa tão poderosa arma que é a internet. Façamos bom uso das sábias palavras do cantor Raul Seixas, quando dissera que: “Sonho que se sonha só, é apenas um sonho; mas o sonho que se sonha junto é realidade.” A responsabilidade de governar é tanto do prefeito e dos vereadores como nossa!



Um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo a todos os Laranjeirenses.

Laranjeiras, dezembro de 2012
Movimento Anti Palha da Cana.


[1] Filósofo contemporâneo de Pitágoras, Buda e Confúcio, é considerado um dos maiores sábios da humanidade.