LARANJEIRAS um "Muséu a Céu Aberto"

domingo, 9 de março de 2014

Juca de Bala: “O Velho”


José Araújo Neto, o atual prefeito de Laranjeiras, tem feito sua vida pública como herdeiro político do Pai, Antônio Bala. Sem histórico de participação política que justificasse sua inserção na vida pública, ainda assim, foi eleito vereador, inclusive vice-prefeito, com identidade política construída sem mérito próprio.

Apresentou-se candidato à Prefeitura de Laranjeiras com o slogan O NOVO E O DIFERENTE, nessa ocasião expôs sua bem sucedida experiência profissional, sua brilhante formação acadêmica e tradição política, bem preparado... - um laranjeirense qualificado - PARECIA ser realmente O NOVO, O DIFERENTE. Passados 14 meses de gestão, superado aquele tempo que se dá para arrumar a CASA, o que temos é que O NOVO e o DIFERENTE está administrando Laranjeiras cego para O PRESENTE, de costas para O FUTURO e voltado para O PASSADO, como um político e administrador preso ao passado por ser adepto de praticas autoritárias e autocráticas, -  VELHO.

Neste momento da história social e política brasileira não há palestra, debate, “talk show”, mídia impressa que ignore ou deixe de fora a questão da Educação, este é o tema “número 1” nas reivindicações dos Movimentos Sociais, pois já é claro na consciência nacional que a educaçao é a condição SINE QUA NON para que o BRASIL avance e realize sua vocação histórica e civilizatória.   

Dentro da questão da educação os temas fundamentais mais apontados são: QUALIFICAÇÃO, VALORIZAÇÃO e REMUNERAÇÃO DO PROFESSOR, REFORMULAÇAO DO PLANO DE CARREIRA e a GESTÃO DEMOCRÁTICA, temas estes que representam o NOVO e o DIFERENTE de tudo que ai tem estado, e já constam na Constituição de 1988, exatamente os itens que o Prefeito Juca de Bala deliberadamente faz questão de ignorar, reprimir tal como os políticos tradicionalistas antigos que acreditavam que FREAR a educação seria a fórmula de alcançar e conservar o poder, jeito VELHO de fazer política e administrar.

Juca Não recebe o SINTESE, categoria que representa os professores, consequentemente não negocia; e apesar do repasse do FUNDEB ocorrer em data APRAZADA, faz questão de liberar por último o pagamento do professorado, como neste mês, por exemplo, sete dias após o pagamento do funcionalismo municipal, azucrinando dessa forma a vida dos docentes e exibindo um APARENTE poder.

É consenso, no estado de Sergipe, que a categoria dos professores é forte e o SINTESE é um sindicato aguerrido, ao afrontar os professores Juca dá uma demonstração de poder na cidade de Laranjeiras, fica claro que é uma escolha deliberada no seu projeto de poder político e administrativo fundado no autoritarismo, “bata na cangalha para o burro entender”, bate nos professores para intimidar a população laranjeirense. A categoria em Laranjeiras de fato não é forte, pois a sua maioria dos professores não vota aqui, no município, não representando, portanto, perigo político pela perda de voto, em si. Assim Juca de Bala POUSA de poderoso e Laranjeiras fica para trás, pois a educação permanece refreada. E ele segue zombando da inteligência do cidadão laranjeirense com o Slogan administrativo - DESENVOLVIMENTO HUMANO...

Laranjeiras/ SE – Março de 2014
Movimento Anti Palha da Cana –

Nenhum comentário:

Postar um comentário